CONSTRUINDO UMA HISTÓRIA

Durante a realização do Fórum de Propaganda, em dezembro de 1997 na Praia do Forte, foi sugerida a criação de uma entidade que reunisse todos os segmentos do mercado, em torno de um objetivo comum. Naquele encontro ficou claro que interesses divergentes não seriam o melhor caminho para se planejar o futuro de nossa atividade. Assim nasceu a ABMP, reunindo agências de propaganda, veículos e fornecedores, com o único objetivo: Promover ações voltadas para promover o crescimento do mercado local. Uma comissão provisória foi formada para redigir o estatuto e legalizar a entidade, através de registro no 2º Cartório de Títulos e Documentos da Cidade de Salvador, sob o nº 03.030.754/0001-82 de Pessoas Jurídicas.

Durante o ano de 1998 e 1999, a ABMP traçou um plano de trabalho e efetivamente definiu o seu campo de atuação. Inicialmente, foram convidados para compor a diretoria, representantes do mercado local e representantes de outras entidades do mercado publicitário, como ABAP-BA e SINAPRO – Sindicato das Agências de Propaganda.

Com o objetivo de ampliar sua atuação, em 2004 a ABMP deu inicio a sua expansão regional e, em 16 de julho, fundou o capitulo Sul em Itabuna. Em 2005, foram fundados os Capítulos Feira de Santana e Oeste em Barreiras. Neste mesmo ano, foi assinado um acordo de parceria com o CENP. E em 2006, foi fundado o Capítulo Sudoeste em Vitória da Conquista. Hoje a ABMP possui um total de 49 associados.

Também em 2006 foi lançado o prêmio ABMP, evento realizado anualmente, no Dia Mundial da Propaganda (04 de dezembro) e que tem por objetivo destacar o trabalho de profissionais que atuam nos departamentos de marketing de anunciantes, dirigentes de veículos de comunicação, agências de propaganda da capital e interior, e fornecedores de serviços de comunicação.

Objetivos:

A ABMP é uma entidade associativa sem fins lucrativos, empenhada em promover o desenvolvimento do mercado publicitário e tem os seguintes objetivos:

1- Aplicar, difundir, estudar e aprimorar os princípios e métodos de informação, voltados para a formação e o aperfeiçoamento de profissionais de publicidade, desenvolvendo e profissionalizando esse mercado;

2- Criar mecanismos para mensurar e disponibilizar informações sobre o mercado baiano;

3- Congregar os segmentos que compõem o mercado – Agências, Veículos, Fornecedores e Entidades;

4- Atuar junto aos poderes públicos, Associações e Federações em questões de interesse do mercado;

5- Promover o desenvolvimento do mercado anunciante.

Discurso de Posse

Obrigado, Ana. Agradeço muito a sua confiança, agradeço à todos pela presença e agradeço, especialmente, a presença da minha família, minha mãe Ana, meu pai, Celino. Todas as minhas qualidades são méritos de vocês. Os defeitos são culpa minha mesmo. Agradeço também a presença de meu irmão Vitor e de Tereza Barretto, pessoa fundamental para eu ter abandonado a faculdade de engenharia e ter mergulhado no mercado publicitário. E agradeço também a meus sócios na Zygon, Marília e Urbano, com quem tenho realizado o sonho grande de empreender. Agradeço, especialmente, aos associados da ABMP pela confiança ao me eleger em para este cargo.

Ocupar a presidência da ABMP é uma felicidade, uma honra e uma desafio, daqueles que dão friozinho na barriga. Afinal, é uma responsabilidade suceder o conjunto de profissionais de primeira qualidade que já ocupou este cargo. Estas pessoas deixaram suas marcas e um legado em nosso mercado. São nomes como o de  Rodolfo Tourinho, presidente fundador, o de Marcelo Lyra, Ney Bandeira, Pedro Dourado e, mais recentemente, João Gomes, responsável pelo mapeamento mais amplo e atual do mercado que, até hoje, é usado em planejamentos das empresas que compõem nosso setor. E, ainda mais recentemente, suceder Ana Coelho, a presidente que fundou o Scream, o maior evento de criatividade e inovação do Norte e Nordeste, construído graças ao arrojo da Saltur, aqui representado por Isaac Edington, e pela Prefeitura de Salvador. Aliás, foi extremamente inspirador ouvir as palavras do prefeito Bruno Reis na abertura desta edição. 

Junto conosco temos também o Sebrae, na figura de Camila Passos, além de pessoas que vestiram a camisa do projeto e que hoje tenho o prazer de chamar de amigos, como Ana Queiróz, Maurício Magalhães, Diego Oliveira e ainda um time incrível, na primeira edição liderado por Potyra e, depois, por Marcela Martins.

A amplitude dos temas abordados no Scream mostra a dimensão do nosso mercado hoje. Tivemos aqui mesas que falaram desde a colonização de marte, a cultura das favelas, o metaverso, ESG, além de falar de TV, mídia exterior e marketing digital, com um casting de palestrantes super diverso, com representantes  locais, nacionais e internacionais.

Isso é um reflexo deste momento em que o mercado publicitário é tão relevante. Se, em 1997, quando a ABMP foi fundada, as maiores empresas do mundo eram General Eletric, Shell e Exxon, hoje, este ranking é liderado por empresas que estão no ramo de cativar a atenção as pessoas, ou seja, que estão no nosso ramo. Google, Facebook e Amazon, para citar alguns exemplos, são as empresas que passaram a compor o mercado publicitário nestas duas décadas e aumentaram em muito o nosso poder e influência sobre a sociedade.

E, como se diz, “com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades”. Nós estamos no centro de discussões importantíssimas, como o combate a fake news, discurso de ódio, empoderamento de grupos minorizados, preservação ambiental e promoção da igualdade social. Nosso papel não é apenas o de comunicar esses assuntos, mas sim o de apresentar soluções.

Por tudo isso, tenho a certeza de que este é o melhor momento para atuar no mercado publicitário. Hoje, nossas ações podem gerar ainda mais impacto, ao unir a escala da tecnologia com a sensibilidade humana. Algoritmos, plataformas e aplicativos são meios para o propósito de tocar pessoas. Se fizermos parecer que as linguagens de programação são mais importante do que as palavras, não estamos sendo claros. Usamos dados para entender de pessoas. 

E quando falo que este  é o melhor momento, eu me refiro, também, ao tamanho da oportunidade: por conta da tecnologia, da mobilidade e da conectividade, estamos num jogo global. Salvador da Bahia pode ser um hub que atende o mercado publicitário de todo o mundo. A Tancredo Neves pode ser uma nova Madison Avenue. Pode parecer loucura, mas vale lembrar que Duda Mendonça, a quem homenageamos nessa edição, saiu daqui para moldar o marketing político nacional e internacional. Já temos esse precedente.

Esta imagem de Salvador ser um pólo global virtual me estimula, ressaltando aqui o significado da palavra virtual. Ela não é sinônimo de digital, nem o oposto de real. Virtual tem a mesmo origem da palavra virtude, que vem do latim “virtus” e quer dizer potência, potencial, no sentido de “aquilo que pode ser”. Então, um futuro virtual, é um futuro possível, que pode acontecer. Um mundo virtual é um mundo possível, um mundo que pode existir.

Essa reflexão me levou a uma frase do geógrafo baiano Milton Santos, avô da minha esposa e, consequentemente, bisavô da minha filha, que vai nascer. Ele escreveu certa vez que “o mundo é formado não apenas pelo que já existe, mas pelo que pode efetivamente existir.” O mundo futuro que, em parte, nos amedronta e, em parte, nos fascina, será aquele que nós faremos existir. Todos nós, associados da ABMP, estamos cocriando um mundo, e queremos que ele seja mais diverso, inclusivo, sustentável e próspero. Estamos usando nosso talento, conhecimento e força de trabalho para isso.

Este futuro vai chegando aos pouquinhos, numa jornada longa, e é ótimo embarcar nela na Baía de todos os Santos para ganhar o mundo. Esta viagem, na verdade, é infinita.  O futuro nunca chegará, pois, ele é como a linha do horizonte que se afasta a cada passo. Por isso, a regra do jogo da criatividade e da inovação não é ter feito, mas sim estar fazendo. 

Por isso, gosto desta metáfora de uma viagem em que o caminho é mais importante que o destino. E, como toda viagem longa, a companhia importa demais. Fico feliz de estarmos juntos, Ana, João, Americo, Vera, Pedrinho e todos vocês. Estamos juntos, associados e os que ainda virão, neste caminho de tornar o mercado publicitário e Salvador ainda mais relevantes e com atuação global. 

 

OBRIGADO A TODOS.

Salvador, 04 de dezembro de 2021.

Lucas Reis
Presidente ABMP

formada por profissionais que conhecem
Lucas Reis

Lucas Reis

Gestão 2021 a 2023

Pedro Dourado

Pedro Dourado

Gestão 2011 a 2013 / 2013 a 2015

Rodolfo Tourinho

Rodolfo Tourinho

Gestão 1998 a 2000 / 2000 a 2003

Ana Coelho

Ana Coelho

Gestão 2017 a 2019 / 2019 a 2021

Nei Bandeira

Nei Bandeira

Gestão 2007 a 2009 / 2009 a 2011

João Gomes

João Gomes

Gestão 2015 a 2017

Marcelo Lyra

Marcelo Lyra

Gestão 2003 a 2006 / 2006 a 2007

Lucas Reis

Lucas Reis

Gestão 2021 a 2023

Ana Coelho

Ana Coelho

Gestão 2017 a 2019 / 2019 a 2021

João Gomes

João Gomes

Gestão 2015 a 2017

Pedro Dourado

Pedro Dourado

Gestão 2011 a 2013 / 2013 a 2015

Nei Bandeira

Nei Bandeira

Gestão 2007 a 2009 / 2009 a 2011

Marcelo Lyra

Marcelo Lyra

Gestão 2003 a 2006 / 2006 a 2007

Rodolfo Tourinho

Rodolfo Tourinho

Gestão 1998 a 2000 / 2000 a 2003

diretorias anteriores

2021/2023 – Diretoria

Presidente: Lucas Reis

Vice-Presidente de Relações Públicas: João Gomes

Vice-Presidente de Planejamento: Ricardo Luzbel

Conselheiros: Ana Coelho/Juliana Jozzolino/Luis Eduardo/Rafael Freitas/Alex Gonzalez/Leonardo Rossi


2019/2021 – Diretoria

Presidente: Ana Coelho

Vice-Presidente de Relações Públicas: Luis Eduardo Lima

Vice-Presidente de Planejamento: Leonardo Rossi

Conselheiros: Alex Gonzalez/Augusto Correia Lima/Francisco Kertesz/Juliana Jozzolino/Lucas Reis/Pedro Valente


2017/2019 – Diretoria

Presidente: Ana Coelho

Vice-Presidente de Relações Públicas: Luis Eduardo Lima

Vice-Presidente de Planejamento: Leonardo Rossi

Conselheiros: Augusto Correia Lima/Francisco Kertesz/João Gomes/Lucas Reis/Marluce Barbosa/Pedro Valente


2015/2017 – Diretoria

Presidente: João Gomes

Vice Relações Públicas: André Lemos

Vice Planejamento: Kiko Silva

Conselheiros: Nei Bandeira/Cláudio Nogueira/Edmilson Vaz/Fernando Passos/Marluce Barbosa/Pedro Dourado


2013/2015 – Diretoria

Presidente: Pedro Dourado

Vice Relações Públicas: Edmilson Vaz

Vice Planejamento: João Gomes

Conselheiros: Cláudio Nogueira/Marluce Barbosa/Roberval Luânia/Marcia Tucunduva/Liani Sena/Fernando Passos


2011/2013 – Diretoria

Presidente: Pedro Dourado

Vice Relações Públicas: Hélide Borges

Vice Planejamento: Dante Iacovone

Conselheiros: Cláudio Nogueira/Marluce Barbosa/Roberval Luânia/Mauricio Xavier/Liani Sena/Fernando Passos


2009/2011 – Diretoria

Presidente: Nei Bandeira

Vice Relações Públicas: Pedro Dourado

Vice Planejamento: Eduardo Santos

Conselheiros: Hélide Borges/Alberto Adler/Bruno Guimarães/João Gomes/Fernando Passos/Márcia Tucunduva


2006/2009 – Diretoria

Presidente: Marcelo Lyra

Vice Relações Públicas: Renato Tourinho

Vice Planejamento: Mauricio Xavier

Conselheiros: Rodolfo Tourinho/André Lemos/Alexandre Raposo/Carla Copello/Hélide Borges/Maria Eduarda Baleeiro


2003/2006 – Diretoria

Presidente: Marcelo Lyra

Vice Relações Públicas: Renato Tourinho

Vice Planejamento: Mauricio Xavier

Conselheiros: Rodolfo Tourinho/André Lemos/Alexandre Raposo/Carla Copello/Hélide Borges/Maria Eduarda Baleeiro


2000/2003 – Diretoria

Presidente: Rodolfo Tourinho

Vice Relações Públicas: Sidônio Palmeira

Vice Planejamento: André Lemos (Vice Presidente De Planejamento)

Conselheiros: Cláudio Carvalho/Cléo Silva/Pedro Dourado/José Linhares/Mauricio Xavier


05/08/1998 – Diretoria Provisória

Presidente: Rodolfo Tourinho

Vice Relações Públicas: Sidônio Palmeira

Vice Planejamento: André Lemos

junte-se ao mercado