>

Acompanhando os índices de crescimento do país, a Bahia criou no mês de abril 7.192 empregos com carteira assinada, ocupando a terceira colocação no Brasil em geração de vagas, atrás somente de São Paulo (30.227) e Minas Gerais, com 14.818. Os resultados foram divulgados pelo Ministério do Trabalho e colhidos através do Cadastro geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Comparando com o mesmo período do ano passado, onde o resultado foi negativo (-3.022), o aumento de postos de trabalho representa a pujança fiscal da Bahia e o crescimento do interior, que gerou 6.094 vagas, com destaque para Itamaraju (1.305) e Eunápolis (1.087).

BRASIL – No mês passado, o país admitiu 1,141mi de pessoas e desonerou 1,081, gerando 58.856 vagas, melhor resultado desde 2014, quando foram abertas 105 mil. Os setores com melhor rendimento foram a agropecuária (14.648), indústria de transformação (13.689) e o comércio, com 5.327 vagas.