>

Dos 14 locais pesquisados pelo IBGE no Brasil, 10 apresentaram crescimento no ritmo da produção industrial no mês de maio, sendo o Ceará em primeiro lugar, com avanço de 5,9%. A Bahia vem logo na segunda posição. O estado reagiu com 3,6%, revertendo os 0,7% de recuo do mês anterior. O Pará ficou em terceiro, com 3,1%.

Ainda segundo a Pesquisa Industrial Mensal, realizada pelo IBGE, Rio Grande do Sul (2,5%), São Paulo (2,5%), Santa Catarina (1,4%), Paraná (1,4%), Região Nordeste (1,3%), Goiás (0,8%) e Pernambuco (0,1%) completaram o conjunto de locais com aumento na produção nesse mês. Por outro lado, Amazonas (-3,6%) apontou o resultado negativo mais acentuado e intensificou a queda de 0,6% verificada no mês anterior. As demais taxas negativas foram assinaladas por Espírito Santo (-1,9%), Rio de Janeiro (-1,6%) e Minas Gerais (-0,2%).

Em relação a maio de 2016, o setor industrial apresentou crescimento de 4% no mesmo período deste ano, sendo que, 10 dos 15 locais pesquisados apresentam resultados positivos.

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)