>

fev/2018

Neste feriadão de Carnaval, a Bahia deve receber 2,1 milhões de turistas, em busca de folia, praia, descanso ou aventura. São baianos em viagem pela própria Bahia, brasileiros de estados como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, e estrangeiros, a exemplo de argentinos, espanhóis e norte-americanos, entre outros. “A nossa expectativa é que os visitantes deixem R$ 2,3 bilhões no estado, movimentando a economia de setores vinculados ao turismo, a exemplo da rede hoteleira”, explica o secretário estadual do Turismo, José Alves.

Em Salvador, onde a estimativa é a de que 650 mil turistas gastem R$ 715 milhões, os hotéis próximos aos circuitos – Campo Grande, Barra e Ondina – devem alcançar 95% de ocupação até o Carnaval. Para o presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Febha), Sílvio Pessoa, meios de hospedagem localizados em outros bairros da cidade, como Rio Vermelho e Pituba (Avenida Tancredo Neves) têm reservas na faixa de 90%.

Importante destino da Costa do Cacau, Itacaré registra uma média de 90% de ocupação para o Carnaval. O secretário municipal de Turismo, Júlio Oliveira, acredita que até a festa todas as vagas estejam reservadas. Neste verão, a cidade tem boa procura. No Réveillon, alcançou 100%, enquanto que no mês janeiro a média foi de 90%.

Segundo Oliveira, neste feriadão, Itacaré deve receber 20 mil visitantes, principalmente baianos, que vão aliar a tranquilidade do clima praiano à folia, entre os dias 10 e 13 deste mês. Entre as atrações da festa, realizada com apoio da Secretaria do Turismo do Estado (Setur)/Bahiatursa, estão o cantor Edson Gomes e as bandas Revelação e Bandana, e ainda grupos de mascarados, bailes infantis e da Melhor Idade.

Em Ilhéus, na mesma região, os oito mil leitos dos meios de hospedagem devem ser reservados até o feriadão do Carnaval. De acordo com Marco Lessa, presidente do Costa do Cacau Convention Bureau, a maioria dos hotéis e pousadas já tem taxa de 100% de reservas, mas há algumas vagas disponíveis em hotéis e pousadas menores.

Porto Seguro e Praia do Forte

Perto de Salvador, hotéis de Praia do Forte, no litoral norte, garantiram 82% de ocupação no período de 9 a 14 deste mês. “A procura tem sido grande e acreditamos chegar a 100%. A programação do Carnaval é bem diversificada. Apostamos em pequenos blocos que transitam pela vila”, diz a gerente-executiva da Associação Comercial e Turística da Praia do Forte (Turisforte), Ana Caroline Alves.

Média acima de 90% no município de Porto Seguro é esperada, afirma o presidente da seção Extremo Sul da Bahia da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Wilson Spagnol. Além da sede do município, ele enumera as localidades de Trancoso e Arraial D’Ajuda, entre as regiões mais buscadas pelos turistas nesta época. Baianos, mineiros e capixabas são destaques.

Chapada Diamantina

O município de Mucugê já registra 100% de ocupação dos hotéis e pousadas, segundo Pedro Kroger, representante da ABIH na Chapada Diamantina. Há ainda possibilidade de lotação no município de Lençóis. Presidente do Conselho de Turismo de Lençóis, Dioclides Araújo calcula ocupação de 90%, podendo chegar a 100% até o Carnaval. “Cerca de 60% das reservas são feitas por moradores de Salvador, mas também registramos muita procura depois do feriadão. São principalmente paulistas, cariocas e mineiros que participam da festa na capital e depois vêm relaxar em Lençóis”.

 

Fonte: Bahia de Valor
Imagem: Ascom / Setur