Entrevista: João Gomes – Presidente da Associação Baiana do Mercado Publicitário – (ABMP)

“O mercado está ficando mais unido e mobilizado para qualificar mais as equipes. E entendo que qualificação e modernização são fundamentais para valorizarmos ainda mais o que já temos de muito bom.”                                                                                             

 

ABMP: O ano de 2016 marcou o início de uma nova fase da ABMP, com o lançamento de marca e site renovados neste segundo semestre, além de pesquisa sobre o mercado. O que motivou essa renovação e como você avalia os resultados já alcançados? Como seria o balanço do ano para a entidade?

J.G:
Na verdade, a economia e a sociedade passam por uma rápida e intensa transformação. A ABMP é uma entidade agregadora, que deve espelhar os interesses dos diversos segmentos de comunicação da Bahia. É condição sine qua non que a entidade seja cada vez mais gregária, tendo uma base sólida de associados, firme nas parcerias com as demais entidades da comunicação do Estado e dialogue permanentemente com os entes públicos e privados.

Também entendemos que é necessário reapresentar o potencial do mercado Bahia e a qualidade do mercado de comunicação baiano. O Estado oferece inúmeras oportunidades que precisam ser mostradas com intensidade, e até mais em momentos adversos como o que estamos passando. Nosso trade tem muita qualidade. Temos serviços de ponta com fornecedores de comunicação; veículos importantes no cenário local e nacional; agências de propagandas reconhecidas até internacionalmente pela criatividade, planejamento e conhecimento; empresas com serviços fornecedores que nos permite realizar eventos mundiais e de ponta. Estes fatores motivaram a necessidade de reapresentarmos, 18 anos depois, o papel da ABMP.

A mudança da marca é um reflexo natural desta necessidade de reapresentarmos a entidade. É uma marca solar, trazendo a luz da Bahia para nossa atividade, nosso mercado, nossa gente. E também para tornar a ABMP mais transparente para seus associados e para a sociedade. Estamos tendo uma receptividade muito boa.

ABMP: Sobre a pesquisa acerca do mercado de comunicação baiano, divulgada recentemente, como tem sido a repercussão entre os profissionais e empresas do meio?

J.G: A pesquisa era um desejo muito antigo de todas pessoas do mercado. Acho que conseguimos um feito inédito. E é um estudo que pode ser mais aprofundado e será atualizado a cada dois anos. É um instrumento valioso para identificarmos como funciona nosso mercado. Só tínhamos dados nacionais ou no máximo sobre a região Nordeste. Mas vamos complementar os dados deste estudo com outras parcerias. Estamos buscando a SEI (Secretaria de Planejamento do Estado) e também firmamos agora uma parceria inédita com o Kantar Ibope Media, que beneficiará todos que atuam ou se interessam pela atividade de comunicação do Estado.

 

ABMP: Além da renovação da marca da ABMP, uma campanha para a valorização do profissional de comunicação foi lançada recentemente, em sua gestão. Como você avalia o atual cenário do mercado de comunicação baiano? Quais medidas podem contribuir para a valorização deste profissional?

J.G:
O mercado está em constante mutação. São novas mídias, novas tecnologias; fatores econômicos e sociais que mudam o contexto. Creio que nossas empresas estão se movimentando e encontrando a forma de coexistir com tudo o que surge de novo. Vejo muito empenho e vontade de unir esforços para que todos atravessem os desafios que se apresentam. O mercado está ficando mais unido e mobilizado para qualificar mais as equipes. E entendo que qualificação e modernização são fundamentais para valorizarmos ainda mais o que já temos de muito bom. E precisamos mostrar de forma bastante consistente o nosso valor para a economia e para a sociedade.

ABMP: Toda essa renovação da entidade foi um primeiro passo para um planejamento que irá se desenrolar em 2017? Quais são os planos e próximos passos da entidade para este novo ano?

J.G:
Sim. Tínhamos até metas mais ambiciosas, mas o ano foi desafiador e recheado de fatos emblemáticos. Ainda assim, conseguimos realizar as ações já citadas, e sobretudo unir e integrar mais as entidades. Isso é fundamental. Para 2017 temos como ações fortalecer a integração e parceria com as entidades do mercado e prover mais conteúdos no novo site da ABMP, que já conta com parceiros importantes, como o Kantar Ibope Media. A página oferecerá matérias sobre oportunidades econômicas e uma maior participação dos associados, apresentando as suas ações, além de depoimentos de artistas e personalidades baianos e colunistas renomados, como Carlos Linhares, Goli Guerreiro, Fernando Guerreiro, Sergio Siqueira, Nelson Cadena e outros que ainda passarão a integrar esse time.

Também planejamos realizar um grande seminário sobre Comunicação; ampliar a base de associados, agregando empresas do interior; e preparar a entidade para as suas próximas eleições. O futuro Presidente e Corpo Diretivo deverão ser escolhidos em um processo simples e transparente, com a votação dos associados aptos, conforme manda o Estatuto da entidade.

Teremos muitas novidades em 2017. E aproveito para desejar votos de Boas Festas e um Ano Novo melhor para todos.

 

Outras entrevistas

Entrevista: Ricardo Alban – Presidente da FIEB

"Até o momento, não verificamos sinais concretos de recuperação da produção industrial baiana. É preciso acompanhar os dados dos próximos meses para atestar uma possível reversão do quadro negativo atual."                                                               ...

ler mais

Entrevista: Armando Avena – Economista, jornalista e escritor

"A recessão foi uma das piores do Brasil, mas já está passando. Na verdade, o primeiro trimestre de 2017 mostra que o país já começou a sair da recessão, mas de forma lenta. O problema do Brasil, neste momento, é muito mais de caráter político do que econômico."     ...

ler mais

Entrevista: Pedro Dourado – Presidente da Uranus 2

"Outro fator importante na nossa atividade de prestação de serviços é o fator humano. Não dá para trocar um funcionário por trocar, tem que tentar recuperá-lo pensando que isto é investimento e não custo. "                                                             ...

ler mais

Entrevista: Sérgio Valente – Diretor de Comunicação da Globo

"As marcas não precisam morrer nunca, elas só precisam renascer todos os dias."                                                                                                                                                                                             ...

ler mais

junte-se ao mercado