Linha de chegada invisível

out/2020

Muita coisa neste ano ocorreu de forma prematura e/ou compulsória, não é verdade?

Aderir ao homeoffice; conviver com o companheiro ou companheira dentro de casa 24h; inserir as crianças ao homeschooling; abrir mão dos funcionários domésticos; aumentar as compras online… Enfim, se estas já não eram rotinas, passaram a ser obrigatoriamente.

Estes exemplos me dão a entender que não é novidade já fazermos planos para 2021! Sim, enquanto celebramos a entrada da Primavera de 2020, a cabeça está no Verão, Outono e Inverno do próximo ano.

Este é um ótimo momento para uma reflexão que me visita 24h, até quando estou correndo: saibamos e sejamos inteligentes em tirar proveito de tudo que estamos passando neste período.

E por falar em corrida, uma atividade que está em minha vida há muitos anos, sinto-me como se estivesse me preparando para uma maratona, mas com linha de chegada invisível. Ou seja, tenho que me preparar, mas não sei onde irei chegar.

Já que fazer planos e análises é imprescindível, mesmo diante de uma pandemia que se estende, não dá para ficarmos parados, especialmente com nossos aprendizados. Por exemplo: como nós (profissionais de comunicação e marketing) enxergamos o trabalho junto ao consumo, consumidor e mercado? Estamos com a oportunidade de nos explorarmos, esquecermos o jeitinho “sempre foi assim” e aplicarmos o que realmente acreditamos.

Outra questão: quantas pessoas encontraram seu verdadeiro “plano A” no meio disso tudo? Venda de brigadeiro, prática de meditação, curso de diversas naturezas etc. Quem se atentou está fazendo seu dever correto: vivenciar o que estamos chamando de velho normal.

Como atuar no novo normal sendo que estamos amarrados ao velho normal? O que seria esse novo normal? Eu prefiro dizer “Viva o Anormal!”, porque tudo que chamamos de normal sempre foi questionado e nada criativo. Por isso vale tanto a pena correr sem ao menos saber direito onde e como estará a linha de chegada.

Diego Oliveira

Diego Oliveira

Colunista

Fundador e CEO do Grupo Youpper Consumer & Media Insight. Expert in Consumer & Media Insights. Publicitário e mestre em Comunicação pela Cásper Líbero, especialista em gestão de projetos pela FGV, professor e supervisor universitário na ESPM nos cursos de Publicidade e Propaganda.
Mais artigos

O que você quer ser quando crescer?

“Nunca se deve perguntar a uma criança o que ela vai ser quando crescer. Quando se faz isso, anula-se quem ela é”. Estas sábias palavras são do terapeuta indígena Ubiraci Pataxó. Quando as escutei, literalmente parei para pensar... Bem que eu evito, mas é impossível...

ler mais

40 anos em 4 meses: o que o período da pandemia me revelou

Este mês, completo quatro anos como empreendedor nas áreas de comunicação e marketing e também meus 40 anos de vida.   O número quatro veio com tudo, não apenas para mim, mas também na numerologia - é ele quem rege o ano de 2020. E o que dizem os astrólogos sobre...

ler mais

Uma releitura sobre a importância do branding, pós pandemia

Neste exato momento, protagonizamos um dos maiores acontecimentos globais, vivendo um mundo totalmente inesperado e cheio de incertezas. Situações caóticas em vários níveis de segmentação, que nos deixaram desprevenidos para uma etapa anterior: a preparação para este...

ler mais

Até onde a lei da proteção cuida de nós?

Uma semana antes da OMS emitir o alerta sobre a epidemia do novo coronavírus na China, a startup de inteligência artificial BlueDot detectou a doença e os locais onde iria se espalhar. O alerta poderia ser dado antecipadamente para toda sociedade, porém a tecnologia...

ler mais

junte-se ao mercado