>

dez/2018

Após o evento Scream – Salvador Creativity and Media Festival, a Associação Baiana do Mercado Publicitário (ABMP) continua debatendo assuntos relevantes para os setores de comunicação de Salvador. Na tarde desta terça-feira (04), o tema “Advertising com Dendê – a Publicidade na Bahia” encerrou a temporada 2018 do projeto “Quem sabe faz a live”, apresentado por Leo Sampaio e mediado por Pedro Valente.

Voltado para os profissionais e estudantes de Publicidade e Propaganda, os convidados Nelson Cadena, jornalista e pesquisador, e João Dude, diretor de Planejamento da Leiaute Propaganda, iniciaram o bate-papo refletindo sobre a importância do Dia Mundial da Propaganda, comemorado apenas no Brasil e Argentina. “A data vem perdendo o Glamour. Necessitamos retornar as comemorações e celebrar com mais força essas pessoas que trabalham com a criatividade e se atualizam a todo tempo com o objetivo de se reinventar, trazendo novos conceitos e métodos de trabalho para as marcas”, pontua Dude.

Durante a conversa, transmitida ao vivo pela página do Facebook da ABMP, Dude ainda simulou o futuro cenário da publicidade na Bahia. “É uma ilha de gelo derretendo. O formato convencional de funcionamento está aos poucos acabando. Formas antiquadas de remuneração, visão míope e a não criação de novas culturas são alguns dos gargalos do setor. É preciso investir em talentos, em tecnologia e estabelecer práticas de trocas com o mercado. É o momento de repensar a indústria como um todo”, provoca o empresário.

Para Cadena, a própria propaganda se vestiu com uma camisa de força. A analogia utilizada pelo pesquisador faz referência ao fato das mesmas práticas estarem sendo utilizadas há mais de 30 anos. “A sorte é que o processo está ocorrendo de forma lenta, desta forma, permitindo que as agências se reorganizem”, completa. Complementando a fala dos convidados, Pedro Valente ressalta que o momento é de redescoberta. “No mercado soteropolitano, replicado no restante do país, está ocorrendo o fenômeno da adequação. As empresas estão encontrando seus próprios modelos de funcionamento, se adaptando de acordo com a carteira de clientes”, finaliza

Todos os programas do projeto “Quem Sabe Faz a Live” estão disponíveis no canal da ABMP no YouTube.