>

mar/2018

Anúncios inteligentes são tendência no mercado publicitário, mas setor ainda carece de mão de obra qualificada, segundo convidado da live da ABMP

 

Você faz check-in de embarque no aeroporto e já recebe um e-mail com opções de hospedagem no destino. Seria um espião? Bruxaria? Não. É a mídia programática ativa, otimizando a publicidade a partir dos rastros que você deixou online. Especialistas do setor tiraram esta e outras dúvidas sobre o assunto na live promovida pela Associação Baiana do Mercado Publicitário – ABMP, ontem (13).

Respondendo a primeira pergunta do programa, Lucas Reis, CEO da Zygon e um dos convidados, simplificou explicando que mídia programática é “a compra e venda de espaço publicitário na internet de forma automatizada e orientada por dados, em tempo real”.

Os espaços de mídia, neste caso, são leiloados online, toda a distribuição de conteúdo é programada para que a entrega seja cada vez mais assertiva no alcance do público-alvo. Por isso, explicou Danilo Pestana, Planejamento na Leiaute que, do ponto de vista do anunciante, a grande mudança com a mídia programática é que este deixa de comprar espaço pra comprar audiência.

E por falar em audiência, este não é um problema no Brasil, já que o país está sempre entre os mais conectados, mais multi telas e mais participativos em redes sociais. Para Bruno Moura, gerente de Mídia Digital do Grupo Ser Educacional, a conta é simples. “A pessoa pode não ter TV em casa, mas tem celular onde quer que ela vá. Esta é uma plataforma que está deixando de ser considerada como segunda tela, virando primeira tela com multi segmentos de mídia para anunciar”, analisa Bruno.

Com índices de desempenho bastante satisfatórios, preços mais acessíveis e mercado crescente, o setor de mídia programática ainda tem um obstáculo para evoluir mais. “O gargalo está na mão de obra, porque precisa ter, na cadeia de produção (anunciantes, veículos de comunicação, etc.), gente que entenda disso”, revela Lucas Reis.

Apresentado por Léo Sampaio e com comentários do publicitário Pedro Valente, as lives da ABMP tem registrado cada vez mais audiência. De acordo com o relatório de desempenho do Facebook, onde o programa é transmitido ao vivo, esta edição teve alcance de mais de 4 mil pessoas. Para assistir esta e as próximas lives, basta acessar a página oficial da ABMP na rede social. O próximo encontro já está marcado para o dia 27 de março, sempre às 16h, e o tema será Fake News.

Confira a LIVE na íntegra: