>

jul/2018

Voltado ao mercado baiano de comunicação e buscando desvendar os desafios da profissão em tempos de reverberação dos canais on, a Associação Baiana do Mercado Publicitário (ABMP) realizou, nesta terça-feira (31), um bate-papo sobre Assessoria de Imprensa em tempos de conteúdo digital. A conversa reuniu Cíntia Liberato, responsável pela comunicação empresarial e assuntos corporativos da Cencosud Brasil, que administra o GBarbosa, Mercantil Rodrigues e Perini; e Mariana Trindade Culpi, sócia-diretora da Darana Relações Públicas.

Para Cíntia, o principal fator de mudança que os tempos de conteúdo digital trouxeram ao mercado foram os digital influencers, que passaram a exercer essa nova profissão junto ao público. “A imprensa não funciona mais como antes. Se uma pessoa tem um blog, canal no YouTube e é ativa nas redes sociais, passa a ser reconhecido também como parte dela. Com isso, é preciso ressaltar que é necessário produzir conteúdo também para esses influenciadores, e não somente para o público e jornalistas”, avalia.

Mariana entende que essas modificações são positivas, principalmente pela abertura da imprensa em relação às notícias produzidas pelas assessorias ou até mesmo para terceiros. “Os veículos fazem questão de abrir espaço para o envio de informações, agilizando muito todo o processo”, opina. Ao mesmo tempo, a assessora e sócia da Darana ressalta os riscos que essa agilidade no compartilhamento de informações traz. “Esse envio das notícias gera, mais facilmente, crises corporativas, e é nesse momento onde mora o perigo: qualquer pessoa pode pegar o celular e registrar o que viu, podendo, inclusive, propagar fake news”, ressalta.

A conversa ao vivo, realizada a cada quinze dias na página do Facebook da ABMP (www.facebook.com/abmpbahia), teve mediação do jornalista Léo Sampaio e comentários do publicitário Pedro Valente. Este e outros vídeos seguem disponíveis na fanpage pra quem quiser saber sobre as novidades do mercado.