>

maio/2018

Em encontro online, promovido pela ABMP, economista e publicitário apontaram prejuízos aos anunciantes e economia local quando o serviço é contratado fora do estado

ft_redessociaisA necessidade de valorizar o mercado local voltou a ser pauta entre profissionais de comunicação. Transmitido ontem (08), ao vivo, pelo Facebook, o programa “Quem sabe faz a live” contou com a participação do jornalista e economista Armando Avena, e do publicitário Fernando Passos, presidente do Grupo Engenho. Ambos levantaram a bandeira pela regionalização e incentivo dos próprios colegas do setor para que as agências e fornecedores baianos tenham mais oportunidades junto aos anunciantes local e nacionalmente.

Avena destacou dois movimentos importantes para fomentar este mercado. Um deles é a verba pública muito concentrada no eixo RJ-SP e que precisa, segundo ele, ter uma faixa mais significativa distribuída entre as demais áreas do país, inclusive o Nordeste. “No âmbito privado, as empresas locais podem ser nacionalizadas e as nacionais podem se filiar às daqui. O grande problema é que a Bahia tem reduzido sua capacidade econômica tanto no setor industrial quanto no comercial e está perdendo posição nacionalmente. Neste ponto, é preciso também que haja políticas públicas. Se a economia vai mal, a mídia vai mal”, aponta o economista.

Pra Fernando Passos, ninguém melhor pra falar “baianês” que o próprio baiano. “A vivência da mídia em cada região é diferente. Não tem outro lugar no Brasil com a importância que se dá ao outdoor como na Bahia, por exemplo. O mercado aqui está muito preocupado em aperfeiçoar a agência e não o mercado. Não adianta uma boa agência se não tem cliente, e estes estão indo embora. A única possibilidade de dinheiro novo em Salvador é a regionalização”, opina.

Próxima pauta – A oitava live da ABMP já está na agenda dos convidados para debater Branded Content, no dia 22/05, às 16h, com apresentação de Léo Sampaio e comentários do publicitário Pedro Valente. Para assistir, compartilhar e interagir com os participantes, basta acompanhar pela página www.facebook.com/abmpbahia, onde estão também os vídeos das edições anteriores sobre carnaval, mídia programática, mercado de conteúdo, entre outros assuntos.