>

Apesar de estarem mais cautelosos na hora da compra, segurança financeira pertence à minoria na RMS, aponta pesquisa 

Para entender como os baianos lidam com as finanças pessoais, a Associação Baiana do Mercado Publicitário e a Kantar IBOPE Media realizaram uma pesquisa com moradores da Grande Salvador que, surpreendentemente, revela um perfil diferenciado da média nacional.

Segundo levantamento, diferente do que pensa a população em outros estados, os moradores da região metropolitana declararam estar com as contas mais equilibradas agora do que no ano passado, motivados, talvez, pela preocupação com o dinheiro.  Dos entrevistados, 70,2% afirmaram não gostar de ter dívidas e 67,1% afirmam gastar, atualmente, com mais cautela.

Apesar do zelo na hora de gastar, apenas 23% da população se sente segura financeiramente e mais da metade das pessoas consultadas, 55,2%, concordam com a frase “eu gostaria de economizar dinheiro, mas acho difícil”. Quanto a serviços bancários, estes são utilizados por 77,7% dos entrevistados. E ainda, 87,4% possuem cartão de algum banco e 61,4% tem cartão de crédito, com gasto médio mensal de R$530,00.

Mídia – Ainda de acordo com a Kantar, ao longo de 2016, o setor Financeiro e Seguros movimentou mais de R$ 245 milhões de verba em mídia na capital baiana, principalmente nas categorias de Institucional (mercado financeiro), Títulos de Capitalização e Créditos.

A pesquisa divide ainda os entrevistados em seis grupos, por perfil comportamental, dos despreocupados aos extravagantes. 

O detalhamento destes e outros dados levantados pela  Kantar Ibope Media está disponível neste link Pesquisa Kantar Ibope Media_ABMP (Finanças)