Linha de chegada invisível

out/2020

Muita coisa neste ano ocorreu de forma prematura e/ou compulsória, não é verdade?

Aderir ao homeoffice; conviver com o companheiro ou companheira dentro de casa 24h; inserir as crianças ao homeschooling; abrir mão dos funcionários domésticos; aumentar as compras online… Enfim, se estas já não eram rotinas, passaram a ser obrigatoriamente.

Estes exemplos me dão a entender que não é novidade já fazermos planos para 2021! Sim, enquanto celebramos a entrada da Primavera de 2020, a cabeça está no Verão, Outono e Inverno do próximo ano.

Este é um ótimo momento para uma reflexão que me visita 24h, até quando estou correndo: saibamos e sejamos inteligentes em tirar proveito de tudo que estamos passando neste período.

E por falar em corrida, uma atividade que está em minha vida há muitos anos, sinto-me como se estivesse me preparando para uma maratona, mas com linha de chegada invisível. Ou seja, tenho que me preparar, mas não sei onde irei chegar.

Já que fazer planos e análises é imprescindível, mesmo diante de uma pandemia que se estende, não dá para ficarmos parados, especialmente com nossos aprendizados. Por exemplo: como nós (profissionais de comunicação e marketing) enxergamos o trabalho junto ao consumo, consumidor e mercado? Estamos com a oportunidade de nos explorarmos, esquecermos o jeitinho “sempre foi assim” e aplicarmos o que realmente acreditamos.

Outra questão: quantas pessoas encontraram seu verdadeiro “plano A” no meio disso tudo? Venda de brigadeiro, prática de meditação, curso de diversas naturezas etc. Quem se atentou está fazendo seu dever correto: vivenciar o que estamos chamando de velho normal.

Como atuar no novo normal sendo que estamos amarrados ao velho normal? O que seria esse novo normal? Eu prefiro dizer “Viva o Anormal!”, porque tudo que chamamos de normal sempre foi questionado e nada criativo. Por isso vale tanto a pena correr sem ao menos saber direito onde e como estará a linha de chegada.

Diego Oliveira

Diego Oliveira

Colunista

Fundador e CEO do Grupo Youpper Consumer & Media Insight. Expert in Consumer & Media Insights. Publicitário e mestre em Comunicação pela Cásper Líbero, especialista em gestão de projetos pela FGV, professor e supervisor universitário na ESPM nos cursos de Publicidade e Propaganda.
Mais artigos

Axé para quem é de Axé! Axé, Anitta!

A perda de seguidores após uma revelação religiosa pode ser encarada como um verdadeiro livramento divino. Aqueles que se afastam de nós nesse momento estão apenas mostrando que não estavam verdadeiramente alinhados com nossos valores e crenças mais profundas. É...

ler mais

Não era amor. Era pix. A relação por interesse.

Em um mundo cada vez mais movido por interesses e conveniências, é comum nos depararmos com relacionamentos que se baseiam em trocas e benefícios mútuos, em detrimento de sentimentos genuínos e conexões emocionais reais. O que antes era conhecido como amor, agora...

ler mais

O furar bolhas necessário se cada dia

Você ainda acredita que furar bolhas é mimimi? Acorde, viu! Furar bolhas é fundamental para se tornar um profissional completo e capaz de agregar valor em sua área de atuação. Ao se manter restrito em um determinado ambiente, sem buscar experiências e conhecimentos...

ler mais

O que o povo não sabe, não destrói.

Ei! O que você anda postando em redes sociais digitais? Até que ponto é válido postarmos tudo o que fazemos? Bora refletir. Em tempos de redes sociais digitais, é comum nos depararmos com a tentação de compartilhar cada detalhe de nossa vida online. No entanto, é...

ler mais

junte-se ao mercado