Se planeje, tenha um 2023 organizado e produtivo

dez/2022

Definir os objetivos e metas para o novo ano ajuda a definir aonde você quer chegar e como, evitando frustração e estagnação

O fim está próximo! Não, não é o fim do mundo. Refiro-me ao término de 2022. O ano está acabando e essa é aquela época que paramos para fazer o balanço do que fizemos. Você cumpriu suas promessas? Conseguiu alcançar seus objetivos? Ou seu ano foi meio bagunçado e você só foi vivendo conforme as coisas na sua vida aconteciam? Independentemente de como foi, agora é o momento de você se planejar e definir como será o seu 2023. É importante iniciar um novo ciclo com organização e metas definidas.

Acredito que você esteja se perguntando: por que fazer planejamento? Não é melhor deixar as coisas acontecerem e ir se adaptando de com acordo com as demandas? E eu te respondo: Não.  Quando você se planeja evita o risco de cometer erros. “Quem não sabe aonde quer chegar, não chega a lugar algum”, usei esse ditado popular para lhe dar outro motivo para se planejar: saber em que lugar você quer chegar, definir metas, ações para alcança-las; tirar os projetos do campo das ideias e colocá-los no papel.

O planejamento também te ajuda e evitar aquela frustração, que muitos sentem durante o final do ano, de que não fez nada e não chegou a lugar algum. É sobre se sentir improdutivo, ter aquela sensação de estagnação, seja na vida pessoal, profissional, e até mesmo amorosa. Construir um planejamento é também trabalhar o autoconhecimento. É importante prestar atenção a si mesmo, rever concepções e valores pessoais, evitar a autossabotagem e praticar o equilíbrio da sua vida.

A organização para cumprir as metas definidas, incluindo as obrigações diárias e os planos para o futuro, otimizando o tempo disponível. Em poucas palavras, é para isso que serve um planejamento. Uma boa preparação para o ano precisa incluir as metas, sejam elas de curto, médio e longo prazo; as estratégias para atingir tais metas; os recursos que serão necessários, aqui se abrangem os tangíveis e não tangíveis; e os prazos para com concretizar cada processo. Dessa forma o planejamento se torna estratégico e com maiores possibilidades de ser realizado efetivamente.

Mas como começar? Não há uma fórmula que, de maneira homogênea, serve para todos. Cada pessoa pode ter seu próprio método para elaborar o planejamento anual. Entretanto, vou elencar para vocês o passo a passo que eu faço quando estou preparando o meu plano:

  1. Inicialmente eu faço uma retrospectiva do ano que passou;
  2. Após isso, eu trabalho autoconhecimento e faço uma análise SWOT pessoal;
  3. Então eu faço uma lista com todas as possibilidades e opções, em todos os campos da minha vida, para o próximo ano;
  4. Em seguida, elenco as oportunidades profissionais e acadêmicas (projetos pessoais e profissionais) para o ano seguinte;
  5. Daí eu estabeleço objetivos;
  6. Seguidos pelas metas. Ao criar as metas, eu uso o método SMART. Cada letra define uma característica que as metas precisam ter para que possam ser realizadas. Veja:
        • S (specific): específica;
        • M (measurable): mensurável;
        • A (achievable): alcançável;
        • R (Relevant): relevante;
        • T (time based): e ter prazos definidos;
  1. Logo depois defino quais ações e atividades serão necessários para cumprir as metas e alcançar os objetivos propostos;
  2. Estipulo prazos realistas para concluir cada ação;
  3. Defino uma resolução para cada mês do ano;
  4. E coloco tudo em uma planilha.

A construção do planejamento pode ser feita em uma folha de papel simples, em uma planilha. Mas eu recomendo que faça uso de planners. Pode ser aqueles que já vêm prontos ou você pode criar um no Canva, uma ferramenta gratuita e muito fácil de design. Você pode encontrar também aqueles cadernos planners nas livrarias e papelarias. Você pode escolher uma ou mais ferramentas, mas o importante é que você faça o seu planejamento anual. Crie o seu futuro planejando ele dia após dia.

Contudo, não esqueça de sempre estar revendo, de tempos em tempos, o seus planos e trabalhar com indicadores para observar se e onde houve avanço, e fazer reajustes, caso seja necessário. Outro ponto que merece destaque neste texto é: evite a procrastinação enquanto executa suas metas. Não deixe nada que pode ser feito agora para depois, caso contrário, seus planos serão frustrados. Se organize e reserve um tempo, mesmo que seja pequeno, para cumprir suas metas no dia a dia. Não esqueça que o (a) principal responsável pelas mudanças na sua é você. Então, se planeje e faça 2023 dar certo!

_______________
O conteúdo e opinião publicados neste artigo são de inteira responsabilidade do autor ou autora.

Diego Oliveira

Diego Oliveira

Colunista

Fundador e CEO do Grupo Youpper Consumer & Media Insight. Expert in Consumer & Media Insights. Publicitário e mestre em Comunicação pela Cásper Líbero, especialista em gestão de projetos pela FGV, professor e supervisor universitário na ESPM nos cursos de Publicidade e Propaganda.
Mais artigos

Axé para quem é de Axé! Axé, Anitta!

A perda de seguidores após uma revelação religiosa pode ser encarada como um verdadeiro livramento divino. Aqueles que se afastam de nós nesse momento estão apenas mostrando que não estavam verdadeiramente alinhados com nossos valores e crenças mais profundas. É...

ler mais

Não era amor. Era pix. A relação por interesse.

Em um mundo cada vez mais movido por interesses e conveniências, é comum nos depararmos com relacionamentos que se baseiam em trocas e benefícios mútuos, em detrimento de sentimentos genuínos e conexões emocionais reais. O que antes era conhecido como amor, agora...

ler mais

O furar bolhas necessário se cada dia

Você ainda acredita que furar bolhas é mimimi? Acorde, viu! Furar bolhas é fundamental para se tornar um profissional completo e capaz de agregar valor em sua área de atuação. Ao se manter restrito em um determinado ambiente, sem buscar experiências e conhecimentos...

ler mais

junte-se ao mercado