“Ter pressa é perder tempo”

nov/2022

Muitos já devem ter lido, várias vezes, textos e reflexões que remetem a ideia de que cada pessoa tem seu tempo, caminho e significado de sucesso. No sentido de que, ser bem-sucedido pode ter diferentes facetas, dependendo das ambições e significados de felicidade para cada um. Entretanto, durante a minha participação durante o último Scream Festival, início do mês, eu escutei essa frase em um dos painéis (desculpem, não recordo qual deles): Ter pressa é perder tempo.

Confesso que, foi uma afirmação que fiquei refletindo desde então. E, por alguma obviedade, trouxe essa reflexão para a área de empreendedorismo e crescimento pessoal. Tudo bem, sei que são coisas sem muita convergência, mas que, para mim, estão vinculadas diretamente ao meu dia a dia.

Primeiro, acompanhando há mais de uma década, mentorias, incubadoras e diferentes interações do ecossistema empreendedor percebo que, uma das maiores ânsias e desejos do profissional é o sucesso de seu negócio. Muito além disso, buscam esse sucesso instantâneo e de curto prazo, muitas vezes inspirados em casos de sucesso e bem conhecidos (muito da característica por startups serem escaláveis rapidamente). Porém, ter pressa é perder tempo, e estes profissionais acabam pecando, algumas vezes, por pularem etapas buscando exclusivamente esse resultado. Neste sentido, a pressa e a visão de imediatismo acabam dando a sensação de não ter tempo quando, na realidade, fazem os empreendedores perderem tempo.

Assim também podemos fazer um paralelo ao crescimento pessoal, em todos os sentidos. Até assimilarmos que, para buscarmos uma evolução precisamos ter tempo e preparação, já tivemos muita pressa e perdemos tempo. Por várias vezes buscamos pular etapas para nos sentirmos mais felizes quando, na verdade, sabemos que tudo tem o tempo de Deus. E, novamente, essa sensação de imediatismo para nossas realizações pessoais também fazem a gente pular etapas necessárias de uma evolução. Neste sentido, aceitarmos que (como trouxe na coluna do mês passado) muitas coisas que acontecem não dependem da gente nos auxiliam a não ter pressa e aceitarmos o tempo.

Portanto, não devemos ter pressa… a pressa nos tira tempo, cria ansiedade e desconforto, inclusive nos limita muitas vezes a visualizarmos diferentes possibilidades. Assim, não tenhamos pressa e que a gente viva um dia de cada vez, na sua plenitude.

 

_______________
O conteúdo e opinião publicados neste artigo são de inteira responsabilidade do autor ou autora.

Fred Mette

Fred Mette

Colunista

Doutora em administração, amante e atuante nas áreas de finanças, marketing, empreendedorismo e inovação. Possui com experiência em consultoria, avaliação de negócios e planejamento estratégico e financeiro. Sócia e idealizadora da U-Plan Startup. Seus interesses de pesquisa incluem, principalmente, psicologia econômica, endividamento e bem-estar financeiro. Atualmente é professora e coordenadora do curso de Administração na ESPM SP.

Mais artigos

Axé para quem é de Axé! Axé, Anitta!

A perda de seguidores após uma revelação religiosa pode ser encarada como um verdadeiro livramento divino. Aqueles que se afastam de nós nesse momento estão apenas mostrando que não estavam verdadeiramente alinhados com nossos valores e crenças mais profundas. É...

ler mais

Não era amor. Era pix. A relação por interesse.

Em um mundo cada vez mais movido por interesses e conveniências, é comum nos depararmos com relacionamentos que se baseiam em trocas e benefícios mútuos, em detrimento de sentimentos genuínos e conexões emocionais reais. O que antes era conhecido como amor, agora...

ler mais

O furar bolhas necessário se cada dia

Você ainda acredita que furar bolhas é mimimi? Acorde, viu! Furar bolhas é fundamental para se tornar um profissional completo e capaz de agregar valor em sua área de atuação. Ao se manter restrito em um determinado ambiente, sem buscar experiências e conhecimentos...

ler mais

O que o povo não sabe, não destrói.

Ei! O que você anda postando em redes sociais digitais? Até que ponto é válido postarmos tudo o que fazemos? Bora refletir. Em tempos de redes sociais digitais, é comum nos depararmos com a tentação de compartilhar cada detalhe de nossa vida online. No entanto, é...

ler mais

junte-se ao mercado