>

A conexão através da comunicação

jul/2018

Contribuir para uma gestão mais eficiente, estabelecer canais de diálogo, promover interação, compartilhar informações com os diversos públicos. No dia a dia das organizações, a comunicação constitui um patrimônio valioso para alcançar objetivos sólidos e permanentes.

Mais do que nunca, comunicar bem não só é preciso, como é imprescindível. E para isso, a comunicação precisa assumir papel de destaque nos planejamentos organizacionais. Aquela velha crença da comunicação como área de apoio, que é a primeira a ser cortada em momentos de crise, não sobrevive mais. Muito pelo contrário. A comunicação deve ser prioridade no planejamento dos gestores em qualquer tipo de organização, seja ela com ou sem fins lucrativos.

Estudar, planejar, agir e, sobretudo, saber como e quando comunicar-se. Ser estratégico significa otimizar os processos, fluxos e dinâmicas de comunicação, analisar os diferentes cenários, estabelecer objetivos, metas e indicadores de resultados, conhecer seus públicos e avaliar os diversos canais, linguagens e as melhores formas de entregar uma mensagem. 

É preciso entender que nenhuma empresa vive de forma isolada, ou é autossuficiente. Todas as instituições estão inseridas em um contexto maior, de relacionamento com outras organizações, com clientes, colaboradores, entidades públicas, imprensa, parceiros e com a sociedade como um todo. A comunicação é inerente à operação de um negócio.

Esta perspectiva faz parte trabalho de gestão implantado nos últimos anos na Santa Casa da Bahia. Afinal, não existe administração sem comunicação. Temos investido em diferentes ações, desde a consolidação de uma marca padronizada e alinhada com os novos tempos – unindo tradição e inovação como fundamentos da nossa identidade, até a capacitação constante de profissionais, e também à adoção de novas ferramentas de comunicação com nossos stakeholders, inclusive com presença online. 

Comunicar é relacionar-se. Estabelecer relacionamentos pressupõe, antes de mais nada, uma partilha. Aliás, este sentido é intrínseco ao da própria palavra comunicação, que deriva do latim “communicare”, que significa partilhar, participar, tornar comum.

É exatamente dessa forma que acreditamos ser necessário pensar a comunicação no contexto das organizações: conexão, formação de vínculos, criação de pontes cada vez mais sólidas com os seus respectivos públicos. Como prestadora de serviços nas áreas de saúde, educação, cultura e assistência social, a Santa Casa da Bahia tem buscado estabelecer estas conexões diariamente. Acreditamos que é este o caminho.

Roberto Sá Menezes

Roberto Sá Menezes

Colunista

Provedor da Santa Casa da Bahia, fundador e presidente do Grupo de Apoio à Criança com Câncer da Bahia (GACC-BA), membro do Conselho Fiscal da Associação Obras Sociais Irmã Dulce (AOSID) e do Conselho Consultivo da Confederação das Santas Casas de Misericórdia do Brasil (CMB).

 

Mais artigos

Antecipação precoce

Vivemos antecipadamente o que deveria ter outro tempo. Tornou-se uma prática tão comum que mal nos damos conta disso. Antecipamos o natal com os shoppings center exibindo as suas decorações de época desde a última semana de outubro; antecipamos o Black-Friday na...

ler mais

Pós-verdades e o fator humano: verdade que escolhemos

Como profissional que busca captar “as verdades” da opinião pública, trago à discussão o termo “pós-verdade”, que vem sendo apontado como uma marca da forma como as pessoas saturadas de informações e inclinadas para a alienação noticiosa têm lidado com as informações...

ler mais

Como criar uma seita em oito passos

Há quase trinta anos que trabalho com grupos em organizações pelo Brasil. Uso os óculos teóricos da psicologia do trabalho e da antropologia para compreender e decifrar os problemas de relacionamento internos das tribos empresariais. Tenho observado uma atmosfera...

ler mais

Eleições quase limpas

O atual processo eleitoral pode não ser tão limpo assim, mas, convenhamos as ruas das cidades estão mais limpas do que em pleitos anteriores, nos livramos tudo indica que para sempre, das placas e armengues de propaganda eleitoral que tomavam conta das principais ruas...

ler mais

Responsabilidade Social é um compromisso individual

A responsabilidade social é um compromisso de todos. Ao assumirmos isso, o exercício da cidadania sai do campo da teoria e vai para a prática. Afinal, todos podemos realizar ações em prol do coletivo. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e...

ler mais

Mentira, fake news e pós-verdrags

A manipulação de sofismas e falácias desafiou o mundo de Sofia, desde os primórdios. Grandes mentes conseguiram decifrar os vestígios do blefe e os truques da mentira. Sócrates, o gigante de Atenas, preferiu sorver o cálice da verdade enquanto os sofistas, artistas da...

ler mais

junte-se ao mercado