O ChatGPT é seu assistente e não o seu guru

maio/2023

As ferramentas de inteligência artificial, como o ChatGPT, têm um amplo potencial de uso mercado de publicidade para auxiliar as empresas em suas estratégias de comunicação e vendas. No entanto, é importante destacar que essas ferramentas não devem ser vistas como gurus que trazem respostas prontas e infalíveis, mas sim como assistentes que precisam ser comandados de forma clara e precisa. 

Vale entender que a inteligência artificial é alimentada por dados e algoritmos, e que sua capacidade de entregar resultados está diretamente relacionada à qualidade desses dados e à precisão dos algoritmos utilizados. Por isso, é fundamental que os profissionais tenham clareza sobre o entregável que desejam obter e forneçam orientações detalhadas sobre o que esperam da ferramenta. 

No caso do chatgpt, por exemplo, é necessário fornecer informações sobre a linguagem que se deseja usar, o tom de voz, as palavras-chave e os objetivos de cada interação. É importante ressaltar que a ferramenta não tem a capacidade de adivinhar o que o usuário deseja, mas sim de fornecer respostas precisas e eficientes a partir das orientações fornecidas.

As ferramentas de IA são capazes de aprender e se adaptar ao longo do tempo, desde que sejam fornecidas orientações adequadas e precisas. Isso significa que, ao longo do uso, é possível refinar os resultados e ajustar as configurações para que a tecnologia entregue um desempenho ainda melhor. 

É importante ressaltar que a IA não é uma ameaça aos profissionais de marketing, mas sim um grande aliado para ajudar a automatizar tarefas rotineiras e permitir que os profissionais possam focar em atividades mais estratégicas e criativas. 

No entanto, é fundamental entender que a IA não substitui a inteligência humana, mas sim a complementa. Em resumo, o entendimento da natureza das ferramentas de IA e sua utilização de forma inteligente e estratégica é chave para para obter o máximo de benefícios. 

As ferramentas de IA são co-pilotos que precisam de orientação e direcionamento para entregar resultados satisfatórios, e os usuários devem ter um papel ativo no processo, fornecendo orientações claras e precisas. A IA pode ser um grande aliado para ajudar a automatizar tarefas rotineiras e permitir que os profissionais possam focar em atividades mais estratégicas e criativas, sendo um potencializador da produtividade e da qualidade do trabalho humano.

_______________
O conteúdo e opinião publicados neste artigo são de inteira responsabilidade do autor ou autora.

Lucas Reis

Lucas Reis

Colunista

Presidente da ABMP, CEO da Zygon e Doutor em Comunicação pela Universidade Federal da Bahia

Mais artigos

Não aperte a minha mente: saúde mental em tempo de urgência

O tempo está passando muito veloz, a velocidade é o novo valor,  virou uma commodity, a regra do quanto mais rápido melhor se consolidou. Não apenas comemos fast food, como também escutamos música e recados no WhatsApp de forma acelerada. E há quem assista filmes em...

ler mais

Os saveiros e a aceleração social do tempo

Um dos produtos mais misteriosos que os mestres de saveiros transportavam nos barcos ancorados no Porto da Barra de minha infância era o Tempo. Traziam todo tipo de mercadoria para abastecer a feira livre do bairro, vindos das mais longínquas praias, muito além da...

ler mais

Pensamento crítico e inteligência artificial

Era o Reino das Matemáticas, no curso de Tecnologia da Informação. Foram vários semestres ao longo de quatro anos, diferentes turmas, mas em cada uma  fui recebido com um misto de cordialidade e desconfiança. Temiam que a disciplina de Psicologia fosse perda de tempo...

ler mais

A solidão é fera, a solidão devora

...é a amiga das horas, prima-irmã do tempo, faz nossos relógios caminharem lentos, causando um descompasso em nossos corações. Não tem IA nem Chat GPT que consigam criar versos tão precisos para expressar a dor da solidão como estes do poeta Alceu Valença, salve! Há...

ler mais

junte-se ao mercado